Minha Transição!

Primeiramente FELIZ ANO NOVO.
Tudo bem com vocês?

Eu fiquei um tempo pensando sobre qual seria o assunto do primeiro post desse 2019 e às 2:30 da madrugada de um domingo veio a vontade de falar sobre transição capilar... é eu sei, "todo mundo fala sobre isso nos últimos tempos"... blablabla
Só que quem não faz parte desse universo muitas vezes não entende que cada transição, cada momento ou fase é diferente, bem diferente para cada pessoa.
Por isso acho muito válido e interessante falar um pouco sobre a minha história para vocês.

Meu cabelo é cacheado, nunca tive problema em aceitar ele, mas eu nunca gostei de cuidar, era uma criança moleca, vivia de cabelo preso pra poder brincar com mais liberdade, só que tinha o cabelo enorme e meus pais não se conformavam com o fato de sempre manter ele preso e para eles aquilo não era coisa de menina hahaha


Minha mãe relaxou meu cabelo quando tinha meus 13/14 anos e comecei a ficar refém da escova e da chapinha. 
Estava saindo da fase criança e ficando mais vaidosa, então acabei gostando da mudança.
Poder acordar, só passar o pente e deixar o cabelo solto sem dificuldade, era demais.

Depois de um tempo me rendi a progressiva e ai fiquei ainda mais presa aos cabelos lisos, por ter o fio fino parecia que meu cabelo era naturalmente liso e de fato ficava lindo, porém, de 6 em 6 meses era eu lá, de 5 à 6 horas para alisar a raiz.



Com meus 20 anos comecei minha primeira tentativa de voltar ao cabelo natural, sem exito.
Ultimo ano de faculdade, tcc, emprego, termino de um relacionamento traumático...
Sem animo nenhum de cuidar do cabelo, então voltei para o prático liso.

Depois de um tempo tentei novamente, mas não deu certo, sinceramente não lembro o porque, mas ai consegui abandonar a progressiva de uma vez por todas, continuando só com a chapinha.
Sem perceber meu cabelo natural foi crescendo e aos poucos ia cortando as pontas... 1 dedo, 3 dedos, um palmo...


Quando percebi ele já estava bem ondulado e tomando forma.



Em novembro de 2016 cortei, sozinha e sem medo, amarrei o cabelo em rabo de cavalo e passei a tesoura.


Foi uma das sensações mais libertadoras que já senti, tipo quando você tira o sutiã quando chega em casa ou solta o botão da calça depois de comer muito, só que melhor hahaha


Intercalava chapinha com as tentativas frustradas de dar definição e volume ao cabelo.


Demorou, mas aprendi a cuidar dele e quanto mais eu cuido, mais eu amo!


Tinha deixado a foto do perfil do blog com o cabelo ainda liso para me lembrar de fazer esse post.

Hoje depois de muito texto e muita foto finalmente posso atualizar a foto de perfil, feliz e orgulhosa, podendo dizer pra mim mesma, eu consegui... 
Eu voltei para os cachos depois de muito tempo, eu aprendi a cuidar mais de mim e do meu cabelo sem depender de química, sem depender de secador ou chapinha, eu não preciso mais me preocupar em molhar o cabelo na piscina ou tomar banho de chuva e ficar com o cabelo todo estranho depois que secar, me libertei e me reconheci.

Acredito que só quem passou por todo esse processo, toda essa transição, sabe como isso é importante.

Sei que existem várias e várias histórias como a minha por ai.

Mas um dia a história de alguém me motivou a continuar e espero que a minha história possa fazer o mesmo com outra pessoa.

Não desiste!
É difícil, é estranho, leva tempo... mas vale cada segundo de trabalho.


Se você já passou por uma transição ou esta passando, me conte sua história.

Espero que tenham gostado.

Beijo!

You May Also Like

4 comentários

  1. Oi Priscilla,tudo bem?
    Sua história é muito linda! Te admiro muito por ter conseguiu passar pela transição capilar,seus cachos são lindos. Parabéns!
    Bj.
    http://blogcarolarruda.blogspot.com
    @blogcarolarruda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, tudo ótimo e com você?
      Obrigada. Fico muito feliz que tenha gostado ♥

      Beijo!

      Excluir
  2. Heey, Priscila!
    Tudo bom?
    Eu te entendo rs, desde quando eu era criança passava por transição, cheguei a ir no Beleza Natural, cortei o cabelo joãozinho lá mas como era nova fiquei com trauma e alisei de vez. Ano passado depois de ficar uma semana e meia com box braids me deu a louca e resolvi cortar sozinha em casa. Meu cabelo estava com poucos cachos e por conta disso acabei cortando nas partes em que os cachos acabavam e fiquei com black rs. É bem difícil tomar essa atitude de passar a tesoura ainda mais quando você já passou por situações que te desanimaram. Saiba que você está bela com os cachos! Gostei do post e um grande beijo! ♡

    www.jaquedelua.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaqueline, tudo ótimo e você?
      Que legal, sempre temos momentos de louca que nos libertam.
      Muito obrigada pelo carinho ♥

      Beijo!

      Excluir